Notícias

Aqui você acompanha o que está saindo na mídia. São informações importantes para a categoria. Fique atualizado com as &uacte;ltimas notícias
Melhore o desempenho da equipe com a ajuda dos próprios funcionários
Estamos na era da comunicação colaborativa e das redes sociais, mas muitas empresas ainda adotam um relacionamento um tanto anacrônico com seus funcionários: apenas os gestores dão feedback para os subordinados.

Estamos na era da comunicação colaborativa e das redes sociais, mas muitas empresas ainda adotam um relacionamento um tanto anacrônico com seus funcionários: apenas os gestores dão feedback para os subordinados. Porém, no trabalho ou na vida pessoal, a comunicação é mais eficaz quando há um diálogo. A chefia também deve ouvir o que os profissionais mais jovens têm a dizer.

As novas gerações podem inclusive estar em uma posição melhor de compreender certas mudanças no mercado do que seus gestores – como os constantes avanços tecnológicos. Uma pesquisa feita pela MTV no ano passado com mais de 500 “Millennials” (ou Geração Y) mostra que, para 76% dos entrevistados, a chefia poderia aprender muito com eles.

As empresas às vezes hesitam em pedir um feedback dos funcionários por assumir que a opinião deles será majoritariamente negativa. Ou que a equipe pedirá mudanças que representem 'ganhos' para os profissionais, mas 'perdas' para o negócio. Porém, dar voz aos funcionários ajuda a reter talentos, por estimular o engajamento entre trabalhadores e companhia. Além disso, certas sugestões podem se mostrar vantajosas para os dois lados.

Em tempos de internet, intranet e outras ferramentas online, é fácil para as empresas obterem um feedback de seus funcionários. Elas podem enviar pesquisas on-line para milhares de pessoas com um clique. Podem usar videoconferências para que profissionais de todo o mundo discutam seu desempenho ou descubram interesses comuns. Podem criar fóruns online para que a equipe envie perguntas aos executivos. E, claro, os gestores podem praticar a boa e velha habilidade de ouvir pessoalmente seus colaboradores.

Mas, ao receberem esse feedback, os gestores precisam efetivamente absorver e tentar agir com base no que disseram seus funcionários. Certamente muitas das sugestões não serão viáveis, mas outras podem ser mais fáceis de lidar do que se imagina. Por exemplo, a adoção de práticas mais flexíveis de trabalho. Os profissionais ganham em qualidade de vida – o que consequentemente resulta em mais produtividade.

Não se deve esperar que o feedback vá resolver todos os problemas ou garantir a satisfação geral dos funcionários. No entanto, ouvir a equipe certamente ajudará. Afinal, se você não descobrir o que seu time deseja, como poderá envolvê-lo em um planejamento para melhorar a produtividade de todos?

 

Fonte: Você RH